Resenhas de Kdrama

Healer: um clássico recomendado para quem gostou de Vincenzo e adora um romance com investigação

Procurando um k-drama com muito jornalismo “investigativo”, com uma pitada de suspense de um tipo de agente secreto e um casal lindo e cheio de química? Healer é uma série coreana de 20 episódios que fez muito sucesso na Coreia do Sul em 2014, com muito suspense, identidade secreta, jornalismo, investigação e, claro, um romance de proteção apaixonante.

A história é de Song Ji Na, de Faith e O Rei Apaixonado, além de duas das mais influentes e populares novelas da história da Coreia: Eyes of Dawn e Sandglass, dos anos 90. Em Healer, uma jornalista iniciante, um âncora de telejornal e um mensageiro misterioso estão interligados por um perigoso incidente envolvendo um grupo de amigos inseparáveis e uma rádio pirata durante o período de ditadura. Quando seus caminhos se cruzam, um segredo escondido por debaixo dos panos em uma perigosa trama política começa a ser pouco a pouco revelando, bem como as peças que faltam em suas vidas.

Elenco

@kdramaseoul

Dois protagonistas cheios de carisma e beleza: Ji Chang Wook (O K2, Apaixonados na Cidade e Imperatriz Ki) é o nosso galã, que é Healer, um mercenário que trabalha para “curar as dores da sociedade” com a ajuda de uma hacker secreta interpretada pela Kim Mi Kyung (De Tudo Bem Não ser Normal, Her Private Life e tantos outros). O ator dá um show alternando entre suas identidades: a de espião e a de estagiário medroso atrapalhado, o que é um dos pontos mais legais do romance. Imagina ficar com o coração dividido entre duas pessoas e descobrir que o seu amor é o mesmo? Para mim isso é praticamente uma prova de amor. É um dos grandes atrativos da série, pela parte romântica e a ansiedade que gera: quando ela vai descobrir que é ele? Quando ele vai se apaixonar por ela? Ah, eu adoro cenas de descobertas impactantes! O personagem é um introvertido que tem problemas em socializar com as pessoas, mas tem um coração muito generoso.

@iamacolor

Do outro lado, a jornalista de fofocas Chae So Young, interpretada pela Park Min Young (O Que Houve com a Secretária Kim, Her Private Life e Rainha por Sete Dias). É uma das protagonistas mais doces e relacionáveis que já existiram no mundo das séries coreanas. A atriz tem um talento nato de não deixar a mocinha cair na chatice. Ela é um amor, sou completamente apaixonada pela atriz, que pode até fazer sempre o mesmo tipo de personagem, mas me encanta a cada vez. Ela é uma mocinha determinada e corajosa, que tem um passado sofrido de abandono.

Seu maior ídolo é um charmoso jornalista renomado chamado Kim Moon Ho (Yoo Ji Tae, da adaptação coreana de Casa de Papel), âncora de um famoso telejornal e irmão de um candidato à prefeitura de Seul (Park Sang Won) de comportamento duvidoso. Ele é ambicioso e aproveita de suas costas quentes com contatos poderosos para fazer denúncias que ninguém mais faria, deixando sua editora (Woo Hee Jin, a Lady Oh de Moon Lovers: Scarlet Heart) maluquinha. A fim de ajudar pessoas envolvidas no incidente de anos atrás, ele se aproxima e tenta ajudar aqueles envolvidos, inclusive sua cunhada (Do Ji Won, de Última Missão do Anjo: O Amor).Deu para notar que a história é toda amarradinha? Pois é isso que você vai ganhar ao assistir Healer: cada episódio coloca um pouco mais de pistas da vida de cada um.

… Não gosto de romance, vou gostar?

Olha, tem bastante romance, o que eu considero na verdade um ponto positivo, porque diferentmeente de algumas séries que ignoram totalmente a história e colocam um tema qualquer (inclusive temáticas pesadas que deveriam ter algum desenvolvimento) só para poder ter casal, Healer tem bastante ação (ceninhas de luta que divertem, mesmo que às vezes absurdas), suspense, mistério e a cada episódio você descobre algo novo sobre a origem e motivação dos personagens, além de começar a se apaixonar pelo casal junto com eles. A trama é muito empolgante, tem bastante ação, vários mistérios e um romance que cresce com você, assim como os personagens vão ganhando sua simpatia. Não é um roteiro perfeito, tem sim alguns fillers, comédias para aliviar a trama, mas nada desmedido. Deve encantar vários tipos de público.

Outro ponto interessante é como a psique dos personagens é muito relevante, tendo aqui representadas a questão de ataques de pânico, epilepsia e transtorno de stress pós traumático. As cenas são intensas e torna os personagens humanos e queridos. Pitadas de drama do jeitinho que o noveleiro gosta.

Nota:

Avaliação: 4 de 5.

O que ver a seguir?

Pinóquio tem o mesmo clima de investigação com bastidores eletrizantes de jornalismo. É uma ótima pedida especialmente para estagiários e estudantes de Jornalismo porque mostra muito bem a vida dura dos novos profissionais. A trama também é bastante atual, focada em “fake news”.

K2 tem mais Ji Chang Wook como agente secreto, dessa vez mais soturno e com uma mocinha mais passiva e indefesa. Também com romance, é uma trama mais voltada para a ação e salvamentos, além de muitas reviravoltas. Healer é mais sobre a investigação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: