Resenhas de Kdrama

[Resenha] Vincenzo: superprodução da máfia, grande protagonista, comédia em excesso e vilão surpreendente

Vincenzo foi o principal nome de 2021, sendo um dos doramas dublados mais conhecidos da Netflix, tendo muita repercussão. O texto é do Park Jae Bum, o autor original da série mundialmente conhecida The Good Doctor e dirigido pela Kim Hee Won, de O Palhaço Coroado.

Sobre o que realmente é Vincenzo?

Alguns vão dizer que Vincenzo é só uma história sobre máfia, mas vejo a trajetória desse homem que não se sente parte de uma sociedade e até se revolta com as leis que nela regem, tornando-se um vilão com sua própria bússola de justiça. Vincenzo Cassano é um homem sem lei e sem lar, que, ao voltar para seu país de origem, encontra aquilo que não estava buscando, mas que preenchem o buraco de sua busca originária sedenta de ganância e vingança. Aos poucos, a criança abandonada se reencontra e encontra um lar, uma família, um amor, raízes e uma identidade por qual lutar. Apesar de chegar na Coreia como colonizador, arrogante e com uma visão negativa sobre o país e os pobres moradores do prédio que ele sonha em demolir, ermina com o mesmo personagem decidindo lutar e também sendo protegido por essas pessoas, encontrando um lar, sua mãe e a si mesmo no processo de “reintegração”.

Seu personagem passa por várias camadas e vai sendo humanizado em toda a caminhada, que começa com ganância, passa por vingança e se torna uma redenção e humanização, sem dúvida nenhuma ele é o ponto alto, dando as mãos para um antagonista à altura.

O que mais me agradou:

1- Parte técnica

@moonlightsdream

Provavelmente o ponto principal da série, proporcionado pelo orçamento de 20 bilhões de wons, o que dá 18 milhões de dólares. Trilha sonora excelente e empolgante, capaz de tornar épico qualquer momento. É um recurso que incrementa mesmo a narrativa, tendo o poder de levantar até cenas que poderiam sair do tom sem ela. O compositor responsável é Park Se Jun, que está por trás das trilhas de doramas como Mouse, Beleza Verdadeira, Apostando Alto, Extraordinary You, Hotel del Luna, Enquanto Você Dormia…

O visual é muito bem trabalhado, com cores que evocam uma aura tão nobre quanto obscura, como é a ideia de máfia italiana, trazendo bastante cores frias e brincando com um amarelado temporal. Os cenários Italianos foram inseridos no computador.

A dublagem dá uma boa levantada no dorama e ajuda a ser acessível para múltiplas idades e pessoas iniciantes no dorama. Ponto positivo.

2- Personagens e Chaecenzo

@mostlyfate

Mesmo o romance não sendo o foco da série, o casal que se forma aos poucos constrói uma relação complementar sem forçar. Os dois são bem fofos juntos e têm o que acrescentar um ao outros, enquanto opostos complementares. Ela tem um gênio forte, é explosiva, e inflamada. Ele tem uma raiva interna, um ponto de ebulição. Ele a ensina a ser calculista, ela o ensina a reconhecer e lidar com suas emoções. Porém, ambos têm um quê de antiheroismo, com uma conduta mais racional e fazendo curvas na lei. É bom ver um casal que luta junto com a mesma moral divergente.

Individualmente, os atores principais também são bons. A advogada interpretada por Jeon Yeo Been — de Be Melodramatic (O Drama da Minha Vida), Live, Save Me e Glitch — demora um pouco mais para cair nas graças por causa de suas atitudes com o pai no começo do dorama, mas aos poucos vai mostrando seus lados afetuosos na presença do mafioso e acaba crescendo por conta do desenvolvimento da série.

Song Joong Ki — de Nova Ordem Espacial, Crônicas de Arthdal e Descendentes do Sol — entrega tudo em suas cenas solo, principalmente. Sua atuação é ótima e mesmo que os nativos não achem perfeito, ele se esforçou bastante para tentar falar italiano. Ele vai do fofo ao mafioso em segundos, criando uma personalidade que seduz a audiência e cujo carisma é fundamental para o sucesso global de Vincenzo.

@vsnom

O vilão principal, que é o grande ponto de virada da história (é um spoiler de certa forma, mas a essa altura todo mundo sabe), bem como a atuação do Ok Taekyeon (Taecyeon, dos doramas Save Me e Dream High) realmente valem tudo o que dizem. É um vilão que está à altura do protagonista, com uma grande entrega do ator, que também vai de anjo a demônio em segundos. Uma curiosidade para quem não sabe: ele é um ídolo de K-pop da segunda geração.

@tinykwak

O irmão desse personagem também entrega ótimos momentos. O ator Kwak Dong Yeon pode ser visto em vários doramas famosos, como Tudo Bem Não Ser Normal e Minha Identidade é Beleza de Gangnam, nunca passando em branco. Aqui, ele é importante para apoiar a força da personagem de seu irmão e medir quanto medo precisamos ter dele.

3- Plots: as tramas que chamaram minha atenção

A relação de Chaeyoung e seu pai, bem como a relação de Vincenzo e sua mãe perdida desencadeiam reações pelos desenrolar de cada uma e são pontos altos do drama e desenvolvimento de cada um desses personagens, que também está marcado e entrelaçado nesse aspecto.

Todas as cenas de ação e vingança propriamente dita, que se não são tensas o suficiente, a música ajuda muito.

Os quatro último episódios e seu lado bastante sombrio e carregado de vingança.

@mostlyfate

Então Vincenzo é perfeito?

Apesar disso tudo, nem todos os momentos são de te prender na cadeira ou te deixar tenso, o que faria sentido, para não deixar pesado demais, mas não necessariamente isso acontece de uma forma equilibrada… A série fica um pouco cansativa por conta do número de episódios e sua duração, que insere muitos minutos de núcleo de humor e muito de humor no “núcleo sério”.

Sei que todos amam Vincenzo, mas pensei que seria justo compartilhar com vocês e, possivelmente com aquele 1% de pessoas que pode vir a pensar parecido e não encontrou ninguém que lhe desse voz.

@netflixdramas

Qual é o meu problema com Vincenzo?

A comédia. Não consegui lidar com as mudanças bruscas de humor de um clima sério e pesado que volta para os trabalhadores e moradores do prédio. O humor muito escrachado e pastelão não me envolve e, como consequência, não consigo gostar ou me importar com aquelas pessoas. Geralmente, é possível desconsiderar esse núclero, mas em Vincenzo a comédia toma quase metade do episódio, que já é quase um filme.

Não adianta pular, pois até mesmo as cenas pesadas são contaminadas, muitas vezes, por uma transmissão caricata cômica, com desmaios fingidos, ataque de insetos, rasante de pombas… Não é bem o que eu esperava de uma série de máfia que se vende com tantos filtros escuros, ternos caros e uma cinematográfica explosão de vinícula. Mas tudo bem, você pode gostar disso. Só estou avisando que talvez não seja para você.

@tinykwak

Conclusão

São os 20 episódios longos demais que me fizeram não amar Vincenzo como eu gostaria. Mesmo assim, é indiscutivelmente um dorama fora do comum, com uma excelente produção e alguns momentos bastante empolgantes e intensos. Seu protagonista é forte e o antagonista principal o enfrenta de igual para igual. Uma série que lembra uma pizza: em algumas fatias, o tema de vingança, que trata as injustiças com um tipo de poder paralelo, dizendo que apenas um vilão pode enfrentar outro; na outra metade, muita gritaria, confusões e atrapalhadas de personagens caricatas e barulhentos. Mas no fim, como uma pizza cheirosa e bonita, tem quem a coma por inteiro lambendo os beiços independentemente do sabor. Conheça a famiglia Cassano.

Avaliação: 3.5 de 5.

O que ver a seguir?

Com certeza Healer, se você ainda não conhece, pelo romance com forte trama de investigação. É um excelente dorama um pouco mais antigo, com mais foco no romance, mas também com bastante ação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: