Notícias

O que é um dorama makjang? A “novela mexicana” coreana

“Que dorama ruim”, “O que é que eu estou assistindo?” Quando você começa a ver um drama coreano cheio de gritos, objetos quebrados, sogras loucas, mocinhas mais sofridas que a Maria do Bairro e uma trama melodramática com direito a vingança, assassinato, doença terminal, gravidez secreta e atropelamento… existe uma chance de você ter assistido a um makjang.

Makjang” é um termo coreano para designar essas séries super exageradas, que têm situações que jamais aconteceriam na realidade coreana. O termo é um neologismo que mistura as palavras “ggeutjang” (morte ou fim) e “majimak” (final, última), geralmente é usado no sentido de exagero ou extremo. Em português, seria uma gíria como “vida loka” ou “aconteça o que acontecer”.

Por aqui, no Brasil, nós conhecems um estilo de roteiro bem parecido nas “novelas mexicanas” do SBT, com seu estilo narrativo no qual há sempre uma protagonista pobre que sofrerá as piores e mais surreais tragédias possíveis. Tudo isso com uma atuação pra lá de exagerada, com o bocão aberto na hora de chorar e gritar para o mundo seu sofrimento. Há quem ame e quem odeie, mas uma coisa é certa: muitas reviravoltas, uma montanha russa de emoções, geralmente muita raiva.

Alguns exemplos de makjang: Penthouse (A Cobertura), SKY Castle, Once Again, The World of the Married, The Last Empress (A Última Imperatriz).

Muitos desses títulos fazem um sucesso absurdo. Particularmente, adorei SKY Castle e no momento estou assistindo ao episódio 8 de A Cobertura e, apesar de toda a loucura e absurdos, estou gostando. Para mim, makjang tem um gostinho de “prazer culpado”, o famoso “é ruim, mas é MUITO BOM”, mas você precisa saber quando está assistindo a um.

Algumas características e temas recorrentes de makjang:

  • Vingança
  • Assassinato
  • Doenças terminais
  • Suicídio
  • Amnésia
  • Traição
  • Gravidez
  • Paternidade secreta
  • Identidade oculta
  • Vilões muito poderosos, ricos e que se safam de tudo
  • Muitos episódios (pelo menos 20, chegam a 50)
  • Gritos em todas as cenas
  • Objetos quebrados na raiva
  • Tapas na cara
  • Guerras de comida

É claro que se você está assistindo a um dorama que tem alguma dessas situações não quer dizer automaticamente que ele é um makjang, mas se na trama o tema é abordado de uma maneira completamente absurda, ultra dramática só para dar reviravoltas na história e prender o espectador, então é um makjang. Por exemplo: um dorama no qual a amante do marido da protagonista na verdade é a irmã secreta do marido, que por sua vez tem uma doença terminal, um filho escondido e no fim ele sofre de amnésia. Deu para entender?

Eu tenho um lugarzinho no coração para Makjangs, afinal, cresci vendo “Usurpadora” e “Maria do Bairro”. E você?

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: