Apostando Alto: cinco doramas da mesma autora

Está gostando do dorama Start Up / Apostando Alto (2020) na Netflix? Enquanto não sai a resenha, vamos falar da autora, Park Hye Ryun, de quem você já deve ter ouvido falar, já que ela escreveu outros dramas muito famosos. A principal característica da roteirista é trazer uma ambientação rica: mundo tecnológico, da música, dos idols, do jornalismo, do tribunal…

Características de uma trama de Park Hye Ryun

A imersão é muito bem feita e o romance tem sempre uma relação familiar importante, um triângulo amoroso e falsos protagonistas. Todas elas têm uma identidade muito forte e, mesmo aqueles com grandes defeitos, não conseguem ser imitados até hoje. Outra pauta muito utilizada por ela em seus dramas é a luta, ascensão e inversão de papéis de pessoas oprimidas, bem no estilo “acho que o jogo virou, não é mesmo?”. Qual é sua história favorita? Vamos começar pelo próprio Start Up.

Apostando Alto (2020): estrelado pela Bae Suzy, Nam Joo Hyuk e Kim Seon Ho. Aqui vemos: rivalidade entre a protagonista, oprimida e “fracassada”, e sua irmã bem sucedida; triângulo amoroso torturante de tão difícil de escolher um dos dois; ambientação no mundo da programação e Start Ups. É uma excelente comédia romântica, que parece pegar o melhor de cada uma das histórias que ela já fez e transformar nessa romcom tão maratonável e viciante. Muito difícil ficar indiferente ao interesse amoroso da Dalmi. Por aqui eu sempre fui Han Ji Pyeong, mesmo descrente.

Enquanto Você Dormia (2017): uma garota que pode prever o futuro junta forças com um promotor iniciante para resolver casos de assassinatos que parecem perdidos enquanto tentam evitar a própria morte. Estrelado por Bae Suzy (a mesma protagonista de Apostando Alto), Lee Jong Suk e Jung Hae In, você experimentará a sensação de torcer pelo segundo protagonista, que é extremamente charmoso.

Page Turner (2016): um webdrama, dorama curtinho de três episódios, no mundo da música. Uma pianista pressionada pela mãe e um atleta do salto com vara são considerados prodígios em suas respectivas áreas. Inconformado com o sucesso sem esforço de gênios, o rival da pianista faz um pedido na igreja para que o universo seja balanceado. Os dois sofrem um acidente que os impede de praticar seus talentos e agora precisam aprender a seguir outro caminho, enquanto o rival lida com seus sentimentos pelo que fez. No elenco, Kim So Hyun (Love Alarm), Ji Soo (Primeira Vez Amor) e Shin Jae Ha. Aqui o conceito de troca de posições (os mais bem sucedidos ficam na pior e vice-versa) aparece bastante, bem como o triângulo amoroso e o vínculo familiar.

Pinóquio (2014/15): uma garota que não pode mentir e seu melhor amigo ( e “tio”. É complicado…) – um rapaz cuja vida foi completamente destruída por uma notícia falsa -, sonham em ser jornalistas. Um grande mistério envolvendo a jornalista que deu a notícia e o incidente que mudou a vida deles é recheado de reviravoltas e decisões morais. Estrelado por Park Shin Hye e Lee Jong Suk, o começo é muito confuso, mas não desista, porque a trama de investigação vale a pena. Mais uma das histórias dela focada na ascensão dos oprimidos.

Eu Ouço a Sua Voz (2013): centrado no mundo jurídico, é sobre um homem acusado injustamente com todas as evidências contra ele que precisa da ajuda de um grupo implacável: uma advogada atrevida, um defensor público determinado e um rapaz com um poder de ouvir pensamentos. O que eles não sabem é que o caso complicado pode ter muito a ver com um incidente em suas vidas. Estrelado por Lee Jong Suk, Lee Bo Young e Yoon Sang Hyun, I Can Hear Your Voice foi um sucesso tão grande que a série, inicialmente de 16 episódios, ganhou mais dois para agradar a audiência.

Dream High (2011): o classicão dos dorameiros antigos. Vários idols e grandes atores aqui. Suzy, IU, Taecyeon, Kim Soo Hyun… A trama tem um montão de problemas e absurdos (uma das personagens faz uma aposta para emagrecer e então ganhar o coração do crush), mas assista sem levar a sério e será bastante saboroso. A ideia de ter uma escola formadora de idols é bastante apelativa e conquista de uma vez. O triângulo amoroso de certa forma lembra Start Up, começando sem avisar quem é o protagonista principal. Também temos aqui a rivalidade e inversão de papéis entre uma opressora (Do Hye Mi) e sua amiga oprimida (Baek Hee).

Gostou? Qual é o seu dorama favorito da Park Hye Ryun?

Se gostou do texto, procure conhecer também o trabalho da autora Kim Eun Sook, autora de Goblin, Rei Eterno, Herdeiros e Descendentes do Sol.

4 comentários em “Apostando Alto: cinco doramas da mesma autora

Adicione o seu

  1. Muito legal você fazer postagens assim. Parabéns! Pinóquio foi meu primeiro dorama (há 4 anos) e amei! Enquanto você dormia é maravilhoso (faltam 2 ou 3 episódios para terminá-lo)! Quero assistir a “Eu ouço sua voz”. Page Turner, lembro que comecei, mas acho que não terminei. Agora que você contou que é a mesma autora, até fiquei mais interessada em assistir a “Apostando Alto”.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: