Resenhas de Kdrama

[Resenha] Dream High: vale a pena ver dorama escolar musical com idols que foi delírio coletivo de 2011 no Netflix?

Sonhe Alto é um dorama musical de estrondoso sucesso da autora de Apostando Alto, Park Hye Ryun. A série que contou com as maiores estrelas de kpop e atores da época (Bae Suzy, Taecyeon e Wooyoung do 2PM, Eunjung do T-ARA, IU e Kim Soo Hyun) chega ao catálogo do Netflix em julho de 2022, junto com Full House, outro antiguinho que fez muito sucesso. Mas será que vale ver hoje em dia?

Resposta curta: é muito cringe (mas do tipo saboroso e atuações cruas) e a história tem uma parte MUITO problemática, mas marcou época.

Você provavelmente já ouviu falar da Park Hye Ryun, além de Apostando Alto; ela escreveu Pinóquio e outros grandes sucessos que você pode conferir aqui. A trama de Dream High era um sonho que parece uma fanfic tirada do wattpad: a escola de artes Kirin organiza uma competição digna de reality show da Mnet para formar um grupo de idols. Para tal, idols de verdade com pouça experiência em atuação estrelaram a trama, com direito a participação do próprio JYP, dono da empresa que administra a carreira do TWICE, por exemplo, e na época cuidava do 2PM e da Suzy. Uau, parece pouco? Coloque aqui que a queridinha da nação, Suzy (foi aqui que começaram as críticas à atuação dela e você vai entender o porquê), faz uma patricinha mimada que perde tudo por causa de agiotas e tenta recuperar o prestígio da família após trair sua melhor amiga nerd, interpretada pela Ham Eun Jung, do T-ARA (De Terrivelmente Adorável e Be My Dream Family), que volta toda vingativa e empoderada como líder das bullies da escola e do grupo rival.

Ainda é pouco? Hye Mi se envolve em um triângulo amoroso entre um caipira pobretão (Kim Soo Hyun, de Tudo Bem Não ser Normal e tantos outros) e o boy delicinha da escola (Taecyeon, de Vincenzo e Save Me). Além de começar a virar gente depois de sofrer bullying, ela começa a se desenvolver e sair de sua caixinha de música clássica, já que ela detestava música de ídolo antes. É uma protagonista com carinha de vilã bem interessante de acompanhar.

Ufa. Só aqui já teríamos uma história de maratonar até o fim, mas temos ainda personagens secundários que entram nessa brincadeira e aí que a parte mais grotesca da história infelizmente entra.

Trama #Cancelada

@fuckyeahdreamhigh

Na história da Pil Suk, personagem da IU — que, para interpretar uma menina gorda, usa quilos de enchimentos e maquiagens —, ela se apaixona por Jason (personagem do Wooyoung, do 2PM), um rapaz padrão metade gringo, e… promete emagrecer por ele. Calma, dá para piorar! Ele é que coloca como condição de namoro que ela emagreça… E a história romantiza isso. Pronto, falei. Esse é o grande problema de Dream High, mais do que as atuações mais ou menos ou o dramalhão.

Na época, já era esquisito demais de assistir, mas hoje em dia… se você for sem conhecer, vai ficar horrorizado de ver aquela menina pulando corda com roupas de ginástica suando até quase desmaiar por causa de um homem que é incapaz de gostar dela como ela é. A Pil Suk é a mais meiga e inteligente do grupo, toca violão, tem ouvido absoluto, que é uma rara condição que a faz poder saber qual é a nota que uma colher faz ao tocar uma taça de vidro, mas tem que mudar a si mesma por causa de um moleque com a autoestima inflada porque tem dinheiro e fala inglês. É isso aí que você leu.

Por mais que no final da série eles tentem corrigir isso, não senti que dá para reparar o estrago. Ela não é a principal personagem da história, mas isso me incomodou TANTO mesmo na época que acho impossível de ignorar. Mas se por algum motivo você conseguir fingir que esse pedaço não existe, Dream High é legal, sim. É tosquinho, bobo, você percebe como os atores estão crus e como o triângulo amoroso é tão angustiante quanto aparentemente injusto (um talento da autora), mas tem uma magia… uma magia inexplicável, como Herdeiros.

A fórmula Dream High

@fuckyeahdreamhigh

Sonhe Alto tem de tudo que uma boa fanfic precisa: um elenco de estrelas famosas com atuação questionável que nunca se cruzaria na vida real, vilãs estereotipadas, bullying, capangas perseguidores, bad boys exagerados, poder da amizade, algumas transformações de personagem bem interessantes (no começo é bem delicinha ver a Ko Hye Mi – entenderam o trocadilho? Do Ré Mi… – se dar mal e também ver a Yoon Baek Hee virando vilã e sua redenção) e uma escrita bem diferenciada mesmo, tão diferenciada que todas as tentativas de continuar ou imitar a história deram errado.

Acima de tudo isso, o triângulo amoroso angustiante e intenso fez as pessoas discutirem por semanas sobre com quem a Hye Mi deveria ficar. Eram personagens por quem era possível investir tempo e amor fazendo cover de músicas que estavam no topo naquela época (nunca vou esquecer a cena de Genie no meio da rua).

Gostou? Conheça outros trabalhos da autora.

JYP e o Bae Yong Joong ensaiando uma cena

Grande elenco: o mocinho de Sonata de Inverno

Já comentei que os eastereggs de participações especiais foram o créme de lá créme da época, mas aqui vai uma curiosidade interessante. O diretor da escola é ninguém menos do que o mocinho de Sonata de Inverno, Bae Yong Joon, que nessa época estava parando de atuar para focar na indústria do entretenimento. Inclusive, foi a empresa dele que fez a produção do dorama.

Devo ver Dream High?

Se você quer conhecer um dos grades clássicos da história dos doramas, Sonhe Alto é “obrigatório”. É viciante e especial, mas envelheceu muito mal e é bom que você saiba disso antes de apertar para assistir. Mesmo assim, é marcante o suficiente para desejarmos uma versão atual da série.

O que devo ver a seguir?

Tem um minidrama sobre música chamado Page Turner que é bem gostosinho e leve, apesar de ter um ator bem cancelado no elenco.

Se você quer conhecer um pouco mais dos doramas antiguinhos, confira esta lista aqui.

Nota:

Avaliação: 2.5 de 5.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: