Notícias

Após admitir bullying, ator Kim Jisoo deixa dorama e deve se alistar no exército

Atualizado às 18h12 em 5/3/21. Após admitir ter praticado bullying no período escolar, Kim Jisoo deixou oficialmente o elenco de O Rio Onde a Lua Nasce e deve se alistar no exército em Outubro de 2021, após a repercussão que afundou sua carreira em poucos dias.

Após considerar o cancelamento definitivo da exibição do dorama, a KBS anunciou, em nota, que os episódios 7 e 8 serão transmitidos com cenas do ator removidas o máximo possível e, a partir do episódio 9, com um ator substituto. O dorama de 20 episódios já estava gravado até o 18, mas um novo artista será colocado no lugar, atendendo a pedidos de um abaixo-assinado. O ator Na In Woo (de Sr. Rainha) estaria considerando aceitar o desafio.

O ator postou um pedido de desculpas formal por meio de seu Instagram, no qual admitia a veracidade das acusações e pedia desculpas aos atingidos e à equipe de filmagem. “Estou atormentado e me sinto culpado pelo fato de ter infligido um dano tremendo sobre a equipe de produção, atores e todos os funcionários que trabalharam arduamente em silêncio no set do drama”, escreveu ele.

A KeyEast, que agencia a carreira do ator, pediu que as denúncias fossem encaminhadas para análise da equipe e suspendeu as atividades de Kim Jisoo para sua reflexão e não causar mais danos às vítimas.

Entenda o caso

Em 2 de março de 2021, uma acusação foi postada em um fórum relatando abusos psicológicos e físicos entre 2006 e 2008. O autor, anônimo, afirmou que sua vida escolar foi um “horror” e que Jisoo fazia parte de um grupo de valentões e abusava do poder por ser maior do que seus colegas. “Quando alguém do grupo estava se sentindo mal, todos vinham me procurar e me espancavam, pisando em mim e me insultando com xingamentos.”

A vítima revelou que Jisoo e os amigos começaram a importuná-lo após o aluno ameaçar ir à polícia após o roubo de um vale-presente. Segundo o autor da denúncia, o grupo era fumante e extorquia dinheiro de estudantes, obrigando-os a comprar cigarro. Eles teriam ainda arremessado alimentos do refeitório contra o rosto de seus alvos. “Ainda me lembro vividamente como eles riram entre si depois de verem a comida bater no meu rosto ou nas roupas. Ainda consigo ver o seu sorriso nos olhos, como aparece na tela agora. “

O denunciante afirmou que não podia andar pela escola em locais como banheiro, corredor ou refeitório e que se juntou a outros excluídos em uma sala ‘autorizada’ pelo grupo do ator.  “Quando o encontrasse na escada, seria empurrado para um canto e tinha que ouvir sua linguagem abusiva … Eu estava com tanto medo de estar perto deles. No 9º ano, meu amigo e eu comíamos nosso copo de ramyun (ramen) no almoço atrás da televisão da sala de aula.”

Um outro comentário havia sido divulgado a respeito de assédio sexual, mas tais acusações foram negadas por sua agência, que se pronunciou: “Ficaríamos gratos se você entendesse que ele assumiu a responsabilidade de se desculpar o mais rápido possível, sem quaisquer pré-condições. Estamos revelando que as acusações de violência sexual com coerção, no entanto, são completamente falsas”.

Após essas acusações, o ator pediu desculpa em um texto em sua rede social. Porém, uma segunda denúncia foi feita por um suposto membro da equipe que filmava O Rio Onde a Lua Nasce. “Por experiência de trabalhar com Ji Soo no set de filmagem por três meses, é verdade que ele é um canalha. Ele não cumprimenta ninguém quando os vê. Ele fuma, cospe e joga fora os cigarros onde quer. Ele também trata seu assessor como se fosse seu servo pessoal. Ele diz: ‘Traga-me cigarros, traga-me água’ e os trata muito mal. Ele não é um ser humano decente.”

O ator Kim Ji Soo fez vários doramas populares, como Mulher Forte Do Bong Soo, Page Turner e Primeira Vez Amor. A comunidade de doramas fazia brincadeiras constantes por ele ser sempre o “second lead”, que não ficava com a protagonista.

Mais casos de bullying

Nos últimos dias vários casos de bullying explodiram no mundo do entretenimento coreano. No K-pop, Hyunjin, do Stray Kids, e Soojin, do (G)I-dle, foram afastados de suas atividades. Outra grande polêmica tem sido a Lee Naeun, atriz de Extraordinary You e principal rosto do April. A empresa nega seu envolvimento no caso de bullying, mas ela perdeu contratos com patrocinadores e continua recebendo ataques na internet. Em paralelo, houve também casos de denúncias falsas, como foi o caso da Chuu, do Loona, que foi desmentido pelo próprio denunciante, e aquelas que a empresa investigou e negou, como no caso da Lia, do ITZY.

4 comentários

  1. Que pena que saiu do drama perdeu a graça que Deus lhe der grandes chances para continuar peseverando e sendo uma pessoa Boa força mim Janete da bahia!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: