Resenhas de Kdrama

[Resenha] Perfume de uma Mulher: Lee Dong Wook faz par com mocinha com câncer

Se você gostou de “A Lenda” (o dorama da bolsa), leia a resenha, pois a série coreana Scent of a Woman (2011) é perfeita para você. Assisti pelo Viki.

O roteiro desse dorama antigo é de No Ji Sul, de 100 Dias Meu Príncipe, tendo claras inspirações no filme premiado de 1992. Na obra com Al Pacino, um militar reformado com deficiência visual passa uma semana inesquecível com um jovem cuidador antes de sua morte. Apesar de ter histórias completamente diferentes (esse nome não faz sentido na série coreana), dá para perceber homenagens e referências, como a lista de desejos antes da morte e as aulas de tango. O dorama tem um roteiro bem engraçado, os personagens são adoráveis e a história é padrão, mas muito gostosinha e fluída, como dois excelentes atores principais que te envolvem do começo ao fim.

@idramaaddict

Elenco

Kim Sun Ah (Meu nome é Kim Sam Soon) é uma atriz maravilhosa em entregar personagens principais por quem queremos torcer, chorando e rindo com ela. São muito encantadoras, sofridas, batalhadoras, fortes e que podiam ser até brasileiras de tão parecidas com nosso jeitinho barraqueiro e passional. Lee Yeon Jae é uma mulher de 34 anos que nunca gastou consigo mesma. Passou a vida aturando humilhações no trabalho e solteira, apenas juntando dinheiro. O problema é que ela descobre um tumor maligno e que deverá morrer em 6 meses. A partir daí e de uma terrível experiência com um cliente estrangeiro que a acusa de roubo, ela chuta o balde, pede demissão, dá um tapa na cara da vilã e resolve viver como nunca antes.

Lee Dong Wook, o ator de Tale of the Nine Tailed, Goblin e Touch Your Heart, interpreta Kang Ji Wook. O herdeiro da empresa de turismo conhece seus privilégios e vê o seu mundo com muito deboche. É irônico e vê o nepotismo com uma visão crítica. É um homem insatisfeito com a hipocrisia dos ricos e que perdeu a motivação e os gostos da vida. Por isso, até aceita um noivado por conveniência, mas fica encantado pela espontaneidade da mocinha. O que eu amei no personagem é que ele não é o típico bad boy tóxico, pelo contrário, ele é muito charmoso e educado, mesmo com a “vilã” que ele não ama.

Seo Hyo Rim (Sungkyunkwan Scandal, Beautiful Gong Shim) é Im Se Kyung, uma vilã clássica insuportável, metida e mesquinha, mas nada sonsa. Achei interessante que ela se posiciona de maneira bastante direta, inclusive sobre sua intenção de casamento arranjado com o principal, desdenhando dele e afirmando que sairá com outros homens. Ela também sofre bastante por não poder casar-se com quem ama, mas o dorama não a desenvolve muito e ela apenas fica em uma obsessão egocêntrica de que todos querem lhe fazer mal.

Uhm Ki Joon (Penthouse) interpreta o médico de Yeon Jae e também seu antigo colega da escola primária. Achei muito curioso ver um trabalho do ator sendo bonzinho, porque eu o vi pela primeira vez sendo vilão. Entendi, então por que ele foi tão disputado no dorama A Cobertura, pois ele está uma graça aqui.

Para quem eu recomendo

Se você adora uma novela, chega junto! Tem tudo aqui: comédia, muito drama, casais muito bem definidos desde o começo. Mocinha forte sofrida, mocinho rico honesto…

O Lee Dong Wook está muito sedutor e gentleman nesse dorama. Apaixonada! Se gosta dele, vale a pena.

Por outro lado, não recomendo se você tem gatilhos com o tema câncer e se não se dá bem com todos os clichês possíveis em uma novela bem típica e dramática (inclusive o término nos últimos episódios para dar uma pitada a mais de drama), cheia dos momentos cafonas românticos que eu aaaaamo em casais bem feitos como esse.

@idramaaddict

Como é o dorama?

Nós acompanharemos a jornada de vida da protagonista e como ela decide gastar todo o dinheiro acumulado e vivendo o dia como se não tivesse amanhã. Então vamos viajar de primeira classe pela primeira vez para Okinawa, no Japão,, ir para restaurantes caros e “chutar o balde” junto com ela, depois encontrar um amor, por acidente — ele a confunde com uma guia turística e ela não desmente o fato só para poder ficar ao lado do bonitão. É muito satisfatório vê-la ganhando os merecidos “refrescos” depois de tanto sofrimento.

Confiraalguns itens da lista de 20 coisas para fazer antes de morrer da personagem:

  1. Fazer a mãe rir pelo menos uma vez por dia
  2. Vingar-se de quem lhe fez mal
  3. Aprender a dançar tango
  4. Não se conter sobre o que quer comprar, comer e vestir
  5. Usar um vestido de casamento
  6. Ir a um meeting de seu idol favorito
  7. Andar de bicicleta
  8. Viver por um dia como uma heroína em um filme
  9. Cantar uma música de amor com quem ama
  10. Fazer tudo com a pessoa que ama
  11. Conseguir perdão do ex-namorado de sua mãe
  12. Deixar rastros de sua vida
  13. Deixar uma boa impressão em pessoas que ama
  14. Ganhar um beijo no Natal
  15. Fechar os olhos nos braços de quem ama

Conclusão

@onelastlove-blog

É um grande melodrama. Novelão daqueles de dar muita raiva, para chorar, torcer, se emocionar e rir muito. Os atores principais são muito encantadores e eu sou fã deles de carteirinha. Lee Dong Wook está charmoso e sarcástico como nunca, já a querida Kim Sun Ah tem seu jeitinho atrapalhado e nervoso que me faz amá-la do primeiro ao último episódio.

É claro que a série tem mais de 10 anos já, então temos algumas “tropes” (artifícios de roteiro) muito conhecidas, como vilã rica má, mocinho rico e mocinha sofrida. Além disso, alguns preconceitos e tendências da época, como achar que mulher tem que ficar com o marido, achar que 30 anos é velho para trabalhar ou se casar… Mas como eu sou dessa época mesmo, eu adorei. Essas séries trazem um tipo de protagonista que não vemos mais praticamente. Ela é tão gente como a gente que me faz sorrir.

Achei a trilha sonora bem fraca e em muitos momentos senti que escolhem errado a música para a cena (teve tango bonitinho em momentos muito dramáticos. Foi esquisito).

O ritmo também, para variar um pouco, oscila mais para o final, com o que eu mais detesto em doramas que é aquela mania de terminar o relacionamento do nada sem contar o motivo. Não tirou o momento delicioso que eu tive em geral, ainda tem cenas boas, mas é arrastado pra caramba. Tive uma ótima sensação de que a história só andava pra frente, sempre se atualizando, mesmo quando está chato. Ainda assim, acho que é um título legal para quem está procurando um dorama clássico.

Nota:

Avaliação: 3.5 de 5.

O que ver a seguir:

SEM DÚVIDA nenhuma, Meu Nome é Kim Sam Soon. Uma novela incrível com a mesma atriz. O mocinho é outro rico, mas esse é mimadinho e irritante. Uma delícia igual, com bastante comédia e momentos tristes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: