Listas

Nostalgia doramas antigos: os melhores dos anos 2000 – parte 2

Continuando o momento de Nostalgia dos anos 2000 (veja aqui a primeira parte, caso você tenha perdido), aqui estão os doramas a partir de 2005 até 2009 que nos fizeram sonhar e nos apaixonar. Lembra deles? Qual desses doramas era seu preferido?

Goong/Princess Hours

2006 – Goong (Princess Hours): agora sim chegou o momento DELE! Uma história de Cinderela coreana, em uma Coreia de realidade alternativa regida pela monarquia na qual o principe precisa assumir o trono e escolher uma esposa para ser a futura rainha. Um verdadeiro clássico na Coreia do Sul e um dos primeiros doramas de MUITA gente.

2006 – My Boss, My Hero: a versão original é japonesa, baseada em um mangá sobre um homem de 27 anos que volta para a escola fingindo ter 17 anos para tirar boas notas e provar para seu pai que pode ser o sucessor da empresa de seu pai.

2006 – Jumong: o primeiro épico histórico de muita gente. Eu até fiz um amigo meu que nem gostava de dorama assistir só porque tinha muita luta. Minha mãe ficou viciada e viu inteirinho os 81 (isso mesmo) episódios. Conta a história real da Dinastia Goguryeo, através dos olhos do general Jumong, tudo isso com muitas batalhas e um amor sofrido demais.

Smiling Pasta

2006 – Smiling Pasta: tenho certeza que pelo menos uma pessoa vai chegar nessa lista procurando esse nome porque estava em todo lugar. Uma garota que sempre terminou os relacionamentos no terceiro mês acaba com a vida amorosa ainda mais complicada quando é vista beijando por acidente uma celebridade. Para não acabar com a reputação do ídolo, os dois fazem um contrato para fingir que estão noivos. Esta é a adaptação taiwanese do dorama Full House.

2006 – Nodame Cantabile: essa daqui é uma das que eu queria ter assistido. Ficou na minha lista para ver o animê, ler o mangá ou assistir a série a vida toda e eu não fiz nenhum deles. Bom lembrete. A história é sobre dois músicos opostos: Nodame (Megumi Noda) é uma pianista muito talentosa, mas é desorganizada, e não gosta de partituras, um “talento natural”. Já Chiaki Shinichi é um pianista e violinista esforçado, perfeccionista de uma família de músicos. Os dois se encontram por acidente e ela se apaixona.

O Príncipe do Café / The Prince of Coffee

2007 – O Príncipe do Café: esse daqui é um super clássico com seus vários nomes, “O Primeiro Negócio do Príncipe Cafeteiro”, “Cafeteria do Príncipe”… O que dizer sobre ele? Para começar, tem o Gong Yoo mais novo, sendo protagonista de um romance entre garota pobre esforçada x CEO. Para ajudar sua família, uma garota aceita fingir ser o namorado gay do herdeiro de um conglomerado.

2007 – Life: um dorama baseado no mangá de mesmo nome, sobre uma garota que começa a sofrer bullying pesado na escola, com tortura, agressões físicas e sexuais. É muito intenso, fala sobre falsas amizades, depressão, e tudo que vai falar diretamente com o coração de quem já passou por isso. Uma excelente série.

Life/Raifu

2007 – Hanazakari no Kimitachi e: esta série era muito popular na época, mas confesso que ficou na minha lista por todos esses anos e nunca vi pois comecei pelo remake. Era sobre uma menina que se disfarça de garoto para entrar em uma escola exclusiva para meninas. Sim, essa é a história que deu origem ao remake coreano, que ficou mais famoso, que é “To The Beautiful You”.

2007 – Liar Game: então, sabe Squid Game? Liar Game era tipo isso: os competidores ganhavam uma maleta com 1 milhão de ienes dizendo que eles tinham sido selecionados para o jogo de enganar as pessoas. A história era sobre uma menina que tinha a maleta roubada e, portanto, tinha contraído a dívida para si. Ela precisa da ajuda de um vigarista para tentar se salvar nesse jogo.

Koizora / Sky of Love

2008 – Koizora: “Você vai chorar muito!!!” é o aviso que todo mundo dá antes de ver Koizora. Um romance escolar sobre uma garota que tenta ajudar a amiga a ficar com um garoto, mas acaba se apaixonando por ele. Apesar da premissa parecer boba, há muita história dramática e acontecimentos adultos na vida desses dois, que é o que emociona quem assiste. Assistir atualmente se torna ainda mais doloroso, já que o ator principal, Haruma Miura, foi encontrado morto, vítima de suicídio, em 2020.

2008 – Last Friends: esse daqui tinha tudo quanto é propaganda em fansubs. É sobre três amigos que começam a morar juntos e lidam com seus dramas de vida, relacionamentos e dificuldades da época: uma delas sofre violência doméstica, o outro tem medo de sexo e a outra não sente que pode confiar em seus amigos. É muito legal assistir hoje pensando em como era a geraçãos que tinha seus 20 anos em 2008 e como algumas coisas não mudaram.

2008 – Akai Ito: os japoneses têm esse dom para colocar um drama pesado. Essa história tem de tudo: drogas, suicídio, bullying… É bem pesada. Dois jovens que nasceram no mesmo dia têm o destino entrelaçado, mesmo que tudo dê errado para eles, eles estão destinados a ficar juntos.

Akai Ito

2008 – Zettai Kareshi: O Namorado Perfeito. Esse mesmo, o mangá e um dos vários remakes que você já deve ter visto, inclusive um recente coreano, com a Bang Minah, com Absolute Boyfriend (2019).

2009 – My Fair Lady: Uma poderosa mulher herdeira única de um conglomerado vive no luxo com seus servos até que encontra um homem que a sequestra, a obriga a fazer serviço comunitário e se torna o líder dos mordomos.

2009 – IRIS: um dorama de suspense, muita ação e espionagem entre Coreia do Sul e Coreia do Norte. Você provavelmente viu a segunda temporada dublada na Rede Brasil ou no falecido canal Loading.

2009 – Buzzer Beat: uma mistura de basquete e música… foi uma das primeiras resenhas aqui do blog e decidi citar por nostalgia. Um talento na música e um talento no basquete têm suas dúvidas de futuro e acabam ajudando um ao outro a tentar alcançar seus sonhos e superar seus bloqueios, cada qual com sua experiência individual.

E assim terminamos este momento de nostalgia. Não esqueça de conferir a parte 1. Espero que tenham curtido, me deu um quentinho no coração, uma vontade de voltar e, principalmente, a percepção de que a lista de coisas que deixamos para fazer para depois a gente acaba nem fazendo. Vamos botar essa lista em dia, gente! E aí, qual era o seu favorito?

3 comentários

  1. Senti falta da trilogia Lovers , doramas que tornaram famosa a roteirista Kim eun-sook (de Goblin) . Assisti Lovers in Paris e Lovers (Cadê meu dorama antigo), porém a tradução dos diálogos é de arrepiar de tão horrível. Por isso não me animei ainda a ver Lovers in Prague. Gostei muito desses que assisti. Acho que mereciam um remake.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Uau. Boa lembrança!! Eu não tinha assistido esses, mas lembro das capinhas. Os subs têm esse problema… como não é um trabalho profissional, as legendas às vezes pecam muito, MAS ainda bem que eles existem, especialmente nesses antigos hehehe.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: