Reality Show e Variedades

[Reality] Peak Time: a emocionante trajetória de grupos do Kpop que não fizeram sucesso

Peak Time é um reality show de sobrevivência coreano que reúne 23 grupos participantes que buscam uma segunda chance de sucesso na indústria de KPOP. Esses grupos já debutaram, mas por diversos motivos, não conseguiram obter o reconhecimento merecido e acabaram entrando em hiatus ou caindo no esquecimento. Além disso, o 24º grupo é formado por idols que, individualmente, decidiram enfrentar o desafio. Peak Time é se tornou, para mim, um dos programas survival coreanos e um dos meus favoritos para assistir.

Embora a tentativa de reviver ou valorizar grupos “flop” de Kpop não seja novidade, as iniciativas anteriores não foram tão bem sucedidas. Por exemplo, no The Unit, a formação de um grupo com ex-idols não deu certo devido a uma série de fatores, como a administração ruim por parte da empresa. No entanto, o Peak Time adota uma abordagem diferente, trazendo grupos já existentes e dando a eles os holofotes merecidos.

O programa tem tudo para agradar o público do Brasil, verdadeiro ‘celeiro do kflop’. Somos conhecidos por abraçar grupos de Kpop que não alcançaram sucesso na Coreia. Quando esses grupos não sabem mais o que fazer, muitas vezes vêm para cá fazer turnês e são recebidos com muito carinho pelos fãs brasileiros. Temos uma série de grupos menores de Kpop que vieram para cá em busca de fama, como 24k, MASC, MONT e DBK. Eu mesma fui a muitos desses shows e até os cobri como jornalista. São justamente esses grupos que estão lutando por um lugar no mercado global.

O programa conta com jurados que possuem muita química e relevância, por serem um time de peso de grupos que foram estrondosos, alguns continuam sendo, mas alguns tiveram um tempo de baixa ou vieram de empresas pequenas. O grupo é formado por Kyuhyun (do Super Junior), Tiffany (Girls Generation), Mino (WINNER) – que saiu do programa depois da primeira rodada por motivos de “agenda” -, Kikwang (Highlight), Sungkyu (INFINITE), o produtor Ryan Jhun e Moon Byul, que assumiu o lugar de Mino. Além disso, o apresentador é o ator Lee Seung Gi, que além de ator também foi idol. Por esse motivo, seus comentários úteis e sinceros, além de ter uma empatia forte ali de momentos que os próprios viveram.

Pessoalmente, fiquei muito impressionado – e chorei que nem criancinha – com o grupo 11, o Vanner, que tem uma história triste: os membros têm trabalhos de meio período e a empresa é composta apenas por eles e pelo CEO, que também trabalha como motorista de caminhão. Apesar disso, os membros cuidam da própria agência e carreira e ainda se dedicam muito aos treinos. Eles são mais esforçados e dão mais resultados do que muitos grupos debutados que têm tudo à disposição.

Eu recomendo muito o programa, que pode ser assistido no VIKI. Atualmente, o programa está no episódio 5 e há votações em aberto até a data da publicação deste texto. Os covers apresentados pelos grupos têm uma qualidade superior em comparação a outros realities, como o BOYS PLANET.

Spoilers: quer saber quem são os grupos participantes? Segue listinha abaixo.

DIGNITY, NTX, BXB, ATBO, MASC, DKB, BLITZERS, VANNER, BAE173, GHOST9, BLK, BDC, M.O.N.T, 24K, DGNA, Gon, Heedo, Kim Byung Joo, Kim Hyun Jae, Moon Jongup, IN2IT, AIMERS, BTL,KINGDOM, ROMEO, W.A.O, Daydream, JWiiver, Ju Won Tak, Kim Shin, Tae Seon


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: