Goblin (2016) é uma decepção? – comentando episódios 2 a 5

Estou na metade dos episódios lançados até hoje do kdrama Goblin: The Lonely and Great God (쓸쓸하고 찬란하神-도깨비) e eles simplesmente não melhoram.
Eu queria escrever sobre isso só no final, mas essa série anda em um ritmo estranho e lento. Quando coisas interessantes começam a acontecer, são bem rápidas, mas logo na sequência volta a ficar confuso e devagar.
O que ainda é bom:
– As situações estranhas que acontecem por causa dos poderes do Anjo da Morte, do Goblin e até dos espíritos são muito legais, especialmente quando alguém vai morrer ou a menina precisa ser salva.
– O Goblin quando está agindo mais misterioso e confiante é realmente agradável. Ele tem sentimentos confusos e está aprendendo a ficar mais humanizado.
– Há cenas bem tocantes, como a história do menino no primeiro episódio que o Goblin ajudou e agora está idoso e o Ceifador o ajuda a se reencontrarem. A cena é muito bonita e mostra como pequenas ações mudam toda uma vida. Essas pequenas tramas parecem um pouco aleatórias no meio de tudo, mas são sérias e trazem beleza em seu drama, destoando totalmente do clima principal meio adolescente e perdido. Poderia ter mais disso.
– A trama paralela que começou bem devagar do ceifador e a Sunny (Yoo In Na) me agradou muito, mas está demorando para deslanchar.
– Como dito acima, o ceifador está salvando esse kdrama para mim. Se a novela se chamasse “O Ceifador” eu ficaria mais contente. Ele é um ótimo personagem e sua história poderia ser colocada em um drama separado.
– A idosa do primeiro episódio, personagem da Lee El, que vimos se transformar naquela bonitona e provavelmente é um tipo de succubus da mitologia coreana (não tenho muito conhecimento do folclore local), continua agradando em suas curtas aparições. Ela é misteriosa, com intenções suspeitas e adoro quando ela interfere nos destinos dos outros com palavras ou pequenas ações.

O que está ruim:

– Ji Eun Tak: a personagem é inconsistente. No primeiro episódio era divertida e em alguns momentos ainda é assim, mas agora tem ataques que não sei de onde vieram. Primeiro, porque ela briga com o Goblin e o odeia sem motivo nenhum. Está ficando quase insuportável a manha que ela faz para cima de seu anjo da guarda e tivemos já muitas cenas de briguinhas e cobranças sem o menor motivo.
– O “sobrinho” do Kim Shin, interpretado pelo Yook Sung-Jae, parece completamente fora do drama e até agora não acrescentou em nada na história. Estaria tudo bem ser um personagem inútil, mas o problema é que ele tem cenas meio individuais, que ocupam preciosos minutos.
– Os tios que eu mencionei no primeiro post na verdade são uma tia e os primos da Ji Eun. O objetivo é esse mesmo: irritar. Mas as cenas deles ficaram intragáveis. É exagerado demais, comédia demais (sem ser engraçado) e também não convence muito. Acho que perdem muito tempo mesmo em cenas deles sozinhos.
– Ji Eun pode ver a espada? Se ela podia desde o começo e mentiu, então foi uma situação muito forçada, porque em nenhum momento a atriz transpareceu que de alguma forma tinha visto algo tão assustador quanto aquilo… pareceu só um truque de direção pensado de última hora.

Confesso que sinto os episódios carregados e tenho vontade de me distrair com outra coisa. Na maior parte do tempo, é muito arrastado, com alguns momentos interessantes proporcionados pelo núcleo de apoio.

Eu esperava um clima um tanto sombrio, falando sobre a tristeza da imortalidade de forma agridoce, trazendo momentos leves com essa carga mais real do personagem, mas isso acontece de uma forma lenta, em uma narrativa arrastada e com muito “slice of life” e pouca relevância.

Parece que a série por enquanto não mostrou a que veio, ainda que traga ideias ótimas e temo que não venha a melhorar de forma significativa. Por isso, vou dar um tempo e assistir quando estiver concluída ou bem aos poucos. É uma pena, eu estava muito empolgada no primeiro episódio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: