Resenha de Scarlet Heart: Ryeo – Vale a pena chorar tanto?

Scarlet Heart: Ryeo é um remake coreano do drama de sucesso chinês “Scarlet Heart”, que conta a história de Go Ha Jin, uma garota descontente com a vida que é transportada para o período Goryeo, na pele de Hae Soo, uma nobre envolvida em uma trama política em volta do trono.

Esta série é altamente recomendada inclusive para quem não gosta de dramas históricos, pois ela começa com uma personagem contemporânea, em uma narrativa leve, romântica e com bastante comédia. Você vai se apaixonar pelos personagens o bastante para querer assistir até o final.

Há vários personagens secundários que podem fazê-lo se prender na  história, como o astrônomo Cho Ji Mong (Kim Sung Kyun). Eu simplesmente adorei esse estilo “Maquiavel” neutro de ser dele. Também posso citar o maravilhoso Wang Eun, adorável do começo ao fim, e até mesmo a fria dama da corte  Oh Soo-yeon (Woo Hee-jin).

Prepare o coração:  o roteiro parece uma montanha russa de emoções. No mesmo episódio, você pode chorar de soluçar depois de gritar de felicidade ou passar do grande extremo de amor e ódio por um personagem. Eu falo sério!

Um bônus: quem é fã de drama sabe que no romance, geralmente ficamos carentes de beijos, esperando uma eternidade por um abraço. Em Scarlet Heart: Ryeo, a situação é um pouco diferente. Temos muitos mais beijos e carinhos do que seria o esperado para um drama de época. O QUE É MARAVILHOSO!

Alguns pontos fracos…

Algumas sub-tramas parecem jogadas na história. Relacionamentos de outros príncipes simplesmente aparecem com a mesma facilidade que terminam e, nota-se que a intenção é poder fazer você relacionar mais com todos eles e tentar aproximar dos fatos históricos, mas isso pode parecer irritante em alguns momentos que você apenas queria que a história principal avançasse. Mesmo assim, é possível torcer por casais paralelos (o que eu fiz bastante), mas ficar um pouco frustrado pelo desfecho rápido, muitas vezes pouco explorado.

A personagem de Hae Soo começa ótima, forte, engraçada, desbocada, mas com o tempo vemos uma “Goryêzação” de sua personalidade. Algumas de suas decisões são muito questionáveis e parecem um truque dos roteiristas para alongar a história. Isso acontece com outros personagens também, como Wook e So, que acredito serem vítimas de uma tentativa de seguir alguns fatos históricos.

O final para mim é um ponto fraco. Fiz questão de assistir ao último episódio da versão chinesa somente para concluir que  faltou um detalhe: um lenço. (Para livrá-los de spoiler, não vou explicar muito, mas você deve entender se assistiu) Sim, é um pouco frustrante assistir aos 20 episódios, especialmente após um 19º conturbadíssimo, para chegarmos naquela conclusão. Digo isso para que você assista preparado para uma provável decepção e assim poderá ficar surpreso positivamente. Talvez eu faça um post específico sobre o final de Scarlet Heart: Ryeo e por que considero que poderia ser melhor.

Vale a pena?

Sem a menor dúvida, recomendo muito mesmo! Uma pérola preciosa de 2016. O final não tira o brilho da série, de seus personagens cativantes, das músicas incríveis, dos cenários encantadores e a trama que o deixará sem fôlego.

Aviso: não é um drama fofinho de romance.  A princípio, é o que parece, mas não se engane ou vai acabar que nem a maior parte de nós, chorando muito.

Alguns destaques de elenco

Um show de talentos no elenco. Atuação simplesmente incrível de Lee Joon-Gi, na pele do 4º príncipe, Wang So. O choro dele é visceral, a raiva também. Foi uma das vezes que fiquei mais convencida com a atuação em um kdrama.

Embora Hae Soo seja uma personagem um tanto songa-monga, IU conseguiu torná-la fofa, emotiva e adorável nos momentos corretos.

Falando em fofura, o cantor Baekhyun (EXO) foi uma incrível surpresa no papel do príncipe aegyo Wang Eun, sendo elogiado nos bastidores pelo JG.

Trilha sonora

O que dizer sobre as músicas de Scarlet Ryeo? Com um time caprichado de estrelas do kpop (como Taeyon [SNSD], Chen, Baekhyun, Xiumin [EXO]), as músicas são extremamente viciantes e deixam um ar de doçura. Posso dizer que elas são responsáveis por você achar os casais ainda mais fofos.

Sobre as músicas instrumentais, todas têm um toque especial bem emocionante. Impossível não sentir o coração batendo mais forte e alguns arrepios quando escutar a música Gesture of Resistance (ouça abaixo).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: